FETAEMA atua pela preservação e educação ambiental

A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultoras e Agricultores do Maranhão – FETAEMA promoverá dois eventos, motivados pelo Dia Internacional do Meio Ambiente, comemorado 5 de junho.

Na terça-feira, 7 de junho, haverá um seminário, feito de modo virtual, voltado para o Movimento Sindical Rural. E no dia seguinte, 8 de junho (quarta-feira), haverá uma live, transmitida pelo YouTube da Federação. 

O Seminário terá como tema “O agro é tóxico: o veneno que chega é o que me mata”. A mesa será composta pelo advogado Diogo Cabral (assessor jurídico da Fetaema), o professor da UFMA Joaquim Shiraish Neto, a advogada Letícia de Martini, o defensor público Jean Nunes e a cientista social Roseane Dias (da Sociedade Maranhense de Direitos Humanos).

Quanto a live no YouTube da Fetaema, a ser realizada às 9h30 do dia 8 de junho, ela terá como tema “As questões no Maranhão”. Participarão dessa atividade três diretores da Federação, Antonio Sorriso (Meio Ambiente), Edimilson Costa (Políticas Agrárias) e Gersina Vieira Marques (Mulher), além do diretor do Sindicato de Duque Barcelar, vereador Venicio. 

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Antônio Sorriso, para a agricultura se fortalecer é preciso que haja a preservação do meio ambiente. 

“Nós trabalhamos a agroecologia, trabalhamos uma agricultura orgânica que não agride a terra, a água, o solo. A preservação desses meios protege também a existência da agricultura familiar”, disse ele.

Para a presidenta da Fetaema Angela Silva, a agricultura familiar tem um papel estratégico na preservação do meio ambiente, já que a forma de produção da agricultura familiar está alicerçada numa relação harmoniosa com a natureza.

Ela diz: “Tiramos o nosso sustento da terra sem destruir os recursos naturais. A agricultura familiar é a favor da vida, do meio ambiente e da sustentabilidade”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.