Pré-candidatos assinam carta compromisso da FETAEMA

Durante a VI Plenária de Avaliação da Gestão Político-Sindical do MSTTR, a FETAEMA realizou ato de entrega de cartas de compromissos com a agricultura familiar, que foi entregue para o ex-governador e pré-candidato ao Senado, Flávio Dino, o deputado federal e candidato à reeleição, Bira do Pindaré e o pré-candidato a deputado federal, Jefferson Portela.

A carta foi elaborada pelo MSTTR em conjunto com a Federação e, dentre os requerimentos, pede o fomento da Secretaria de Agricultura Familiar do Estado e da política agrícola direcionada especificamente para a agricultura familiar; a continuação dos serviços de educação e saúde para o campo maranhense; e urgência na criação de um Plano Estadual de Regularização Fundiária.

A presidenta da FETAEMA, Angela Silva, falou que a carta traz compromissos como o fortalecimento do projeto alternativo de desenvolvimento rural sustentável, alinhado com políticas que dignificam a vida da mulher e do homem no campo, nas várias gerações, raça e etnia.

“É sempre importante para nós esse comprometimento político para que possamos reivindicar e cobrar depois a implementação do que desejamos e esperançamos para o campo maranhense”, afirmou.

Para o ex-governador Flávio Dino é importante que haja porta-vozes no Senado junto ao governo federal para possibilitar a arrecadação de recursos para a agricultura familiar. “Com a carta compromisso a FETAEMA tem a minha palavra de levar adiante essas lutas que a entidade representa”, disse ele.

ex-governador Flávio Dino

O deputado Bira ressaltou que é necessário ter esse olhar especial para a agricultura familiar. “É mais que um compromisso de deputado, esse é um compromisso de vida”, enfatizou.

deputado federal Bira do Pindaré

Já o pré-candidato a deputado federal Jefferson Portela falou da relevância de a Federação propor diretrizes para quem pretende exercer um mandato parlamentar. “É um caminho apontado e deve ser transformado em um compromisso.”, destacou.

pré-candidato a deputado federal Jefferson Portela

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.