FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES RURAIS AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DO ESTADO DO MARANHÃO

logotipo-fetaema

Criança e idosos contaminados por agrotóxicos em Duque Barcelar

O agronegócio segue fazendo desgraça no Maranhão! No Povoado Roça do Meio, município de Duque Bacelar, crianças e idosos foram novamente vítimas de contaminação por agrotóxicos.

O morador da comunidade, Geovane Barbosa dos Santos, denuncia que seu filho Emerson Oliveira dos Santos, de quatro anos, foi intoxicado, após um fazendeiro ter lançado veneno na porta de sua casa.

Emerson teve tontura, queimaduras no corpo, dores de cabeça, nos ouvidos e está há 20 dias sem frequentar a escola. 

Geovane relata que levou a criança para o hospital e teve que comprar muitos remédios para combater os efeitos colaterais causados pela contaminação.

Ele falou também que o agrotóxicos lançados pelo fazendeiro contaminou o açude, que abastece a comunidade. Geovane e mais outro filho dele também sentiram sintomas decorrentes do veneno. 

Esse fazendeiro já havia sido acusado de lançar, por avião, agrotóxicos sobre escolas, casas e roças no mesmo povoado, em abril de 2022.

A FETAEMA e o STTR de Duque Bacelar acompanham a situação e, desde 2022, têm feito denúncias, quanto a essas graves violações de direitos humanos.

O secretário de Política Agrária, Edimilson Costa, ressalta que a FETAEMA fez denúncias para os órgãos do governo Maranhão, para Defensoria Pública do Estado do Maranhão, pedindo providências sobre essa contaminação. 

Além disso, também fez uma visita in loco na comunidade.  “Constatamos que o fazendeiro continua jogando veneno, impactando a vida, a saúde das crianças, dos idosos, além das plantações. Pedimos providências rápidas por parte do estado”, enfatizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *